Pra começar!

por Fotomix

Eu pedi à Laisa que escrevesse um texto, afinal ela é a jornalista, eu, escrevo mal, mas ela ficou me enrolando como quem diz, “escreve você”, e eis que estou aqui para dar as boas-vindas a todos os membros do Fotomix Satyrianas 2007. Para ser mais exata aos 38 fotógrafos!

Para um primeiro post nada melhor do que contar como surgiu a idéia e também fazer um balanço do nosso Fotomix!

Pois bem, pra quem ainda não sabe, eu (Luh) sou atriz desde 1993 e nas Satyrianas de 2005 e 2006 eu participei atuando no projeto Uroborus, semelhante ao Dramamix. A diferença para este ano é que a mesma peça era lida e improvisada e a cada hora se repetia a história por outra dupla de atores, era sempre uma dupla. Em 2005 o texto era entregue um ou dois dias antes e você só podia conhecer seu par surpresa na hora, imaginem! Em 2006 o texto já veio uma semana antes e pude escolher quem estaria comigo em cena, foi ai que convidei a Fábia, minha amiga querida e de vez em quando produtora de “make and hair” das minhas fotos. Bom… Mas vocês devem estar se perguntando: Tá, mas de onde surgiu a idéia? O Flavio foi fotografar nos dois anos, e nesse último me falou: “Seria lindo se pudéssemos cobrir as 78 horas”. E eu respondi: “Você é maluco?”, mas logo em seguida eu gostei da idéia e isso ficou amadurecendo para o próximo ano de Satyrianas.

Em agosto passado o Flávio lembrou das Satyrianas e pôs um post-it na parade em frente à sua bancada, “SATYRIANAS” e eis que no mês de setembro Jô Soares em seu anúncio do programa antes do Jornal da Globo diz que a Cia. dos Satyros estariam lá naquele dia. Pois bem, com a entrevista já sabíamos que entre 11 e 14 de outubro teríamos as Satyrianas. Fomos então, eu e o Flávio, conversar com o Ivam, mas ao chegarmos, demos de cara com a Nora Toledo, minha querida amiga e atriz talentosíssima. Contamos nossa idéia, morrendo de medo de nos achar uns loucos insanos e correrem conosco dali, mas ela pirou, logo surgiu o Ivam Cabral, com aquele sorriso doce no rosto e um abraço delicioso, ouviu-nos com atenção, nos fez algumas perguntas e também pirou! Deu-nos carta branca e eis que tudo isso aconteceu em menos de um mês.

Milhões de e-mails, convites chamando os amigos, pessoas que surgem do nada e também desaparecem do nada, credencial, cordão, listagem, programação, liga pra um, liga pra outro, tira dúvida de um, de todos! Até sonhar com a planilha do excel eu sonhei. Quase ficamos loucos! Pouquíssimas horas de sono por noite. Mas valeu.

E como não poderia deixar passar, nada como fazer um balanço desde loucos e insanos quatro dias.

O balanço…

Conhecemos pessoas maravilhosas e empenhadas a contribuir com nosso projeto e sonho, algumas já eram amigas, outras se tornaram.

Constatamos que é preciso muito mais que paciência para se trabalhar com fotografia.

Fechamos em 38 pessoas, no dia seguinte 01 pessoa insistiu tanto que cedemos, falamos com o Ivam e por razões místicas ele quis o número 40, então chamamos o André Stéfano. Um dia depois, o Pupo me ligou, então éramos 41, fechamos!

Das 41 pessoas, 3 deram furos. Demian Golovaty ficou com febre, Marco Máximo foi visitar o afilhado internado (melhoras) e Lucas Romanholli simplesmente não apareceu (alguém sabe dele?).

Sobre os fotógrafos…

O Flávio tornou-se apenas pai do Caio.

O Caio, filho do Flavio foi atração, concedendo até entrevista para a coluna da Mônica Bérgamo (eu não vi publicada ainda, alguém viu?), todo mundo queria saber quem era o moleque com uma câmera na mão. Foi agarrado pela Mariana Ximenez e pela Galisteu, recebeu um cartão do Eduardo Suplicy. Famoso não?

André Stéfano, uma pessoa só que vale por duas, até no nome!

O Daniel se mostrou um zumbi, virando noites conosco, imagine qualquer hora do dia ou da noite, o cara estava lá. Sem banho? Não sabemos! Rs… Elegemos-o como o “micróbio da Roosevelt” e um verdadeiro parceiro.

O Josemario, cara super bacana e interessado, além de parceiro e humilde, cobriu o furo de muita gente (viu gente! Agradeçam).

Só encontrei o Cacau no último dia, e a noite.

O Felipe foi eleito o cara mais sossegado e divertido ao mesmo tempo. São seus super poderes de Volverine! Gente boa demais.

A Eliza e o Ramiro foram os campeões de programação, escolheram quase tudo. (Fotografaram tudo?)

Não conheci Camila nem o Zé Carlos 

O Geraldo não pode ir dois horários porque ficou sem equipamento na última hora, ah, mas demos um jeito.

O Giórgio foi nosso companheiro das madrugadas, vai gostar de ficar acordado assim longe viu!

Não encontrei a Giovana, a Inês, Priscilla, Vivi, Thais e Renata Biagioni  (O que aconteceu com a mulherada?)

Não escutei a voz do Guilherme, ele fala tão baixinho! 

Fernando Pilatos, deu um show de cobertura, repórter é repórter

O Jonatas… Cadê o Jonatas?

A Laisa, bom, se teve alguém 101% foi ela, companheira, assistente, jornalista, assessora de imprensa, fotógrafa, babá, amiga e parceira, mil e uma coisas! Obrigadíssima!

Encontramos o Leonardo rapidinho, mas valeu a pena por cobrir 05h e 17h no mesmo dia. Plantão de 12h?

O Leandro, ta acordado Leandro?

Marcelo Apontes, pessoa rara!

Marcelo Ferrelli, professor incrível!

Marcos Garms revelou sua drag interna com uma verdadeira fome de imagem! Calma parceiro! Aos poucos se vai longe.

Mario Espinosa, muita gente ficou perguntando se ele realmente existe? Eu garanto que existe é que é muito gente boa (apesar de não me reconhecer ao telefone, rs).

Pupo, a melhor obra de Fidel! Ele não entrou na programação oficial, pois esta já estava impressa. Que pena, ficamos muito tristes, mas ele entendeu.

Renata Laurentino, amiga do Zé é amiga nossa.

Zé Rubens, literalmente sem palavras, nos deu um susto no primeiro dia, me deu um susto no Tusp, mas compareceu nos outros dias e foi uma surpresa maravilhosa!

Rodolfo Ruy, bom dia! Tudo bem?

Sylvia, Bommmm diiiiiia!!!! Obrigada por nos apresentar pessoas incríveis (Daniel e Ramiro).

Vinhão, (OK), pra ele tudo estava OK!

Vivi, bom dia? Se encontrou?

Willians, sem palavras!!!!!!!!

Osíris, apesar dos pesares, esteve presente já na primeira hora!

E eu… realizei um sonho! Mas confesso que ainda sinto sono.

Sobre Os Satyros, produção, atores, diretores, técnica, etc…

Nora, delicadeza de madeixas vermelhas!

Ivam, nota 1000!

Rodolfo, discreto e presente.

Gustavo, será que ele existe mesmo ou foi uma miragem?

Renata, a paisana não!

Felipe, cadê o cartão?

Gisa, um mulherão dá jeito em tudo!

Andressa Cabral, a descobridora!

Cléo, linda e loira!

Penna, que descoberta!

Laerte Késsimos, que visual!

Até o próximo post!

Anúncios