Pequena história de um foto-líder – sábado, das 14hs às 19hs – nº 1

por Fotomix

31 de outubro, e o sol manda muito bem em destrinchar a luz do dia em diversas opções para nós, fotógrafos de todo tipo! O período da tarde de sábado do Dramamix não começa a todo vapor, já que a primeira peça foi cancelada e o fotógrafo das 14hs, Alexandre Bigliazzi, gastou seus cliques em outras paradas ao redor da tenda.

A tenda impera no canto noroeste da Roosevelt, amarrada sob um límpido céu, aguardando atores, fotógrafos e público para abrigar suas artes…

Tudo parece observador, sinistro, tenso para o que vai acontecer.

Os pombos, fiéis moradores da Roosevelt e de outras praças, parecem curiosos e aflitos: “porquê será que o Dramamix não começa…?”

Até a moça do ticket, ainda sem ticket prá pegar, quer saber…

Mas os primeiros fotógrafos começam a chegar. Bom sinal!

Os primeiros espectadores aparecem e fazem a moça do ticket trabalhar.

Dani Agostini se prepara prá entrar na tenda e ajeita a alça da sua câmera. Enquanto isso, ia batendo um papo com as amigas que vieram do Rio de Janeiro para fotografar e se perder nos teatros…

Enquanto isso, Felipe Denuzzo coordena e fotografa, fotografa e coordena. É assim a vida de um coordenador Fotomix…

Atores esquentam seus motores…

Fotógrafos esquentam seus motores…

Motores se esquentam…

Eram mais de 3hs da tarde quando, praticamente, começou a primeira peça do turno: “O Cara que Morreu Duas Vezes”, de Marcos Gomes. Aproveitei e fiz uns cliques.

No final, tudo certo no meu turno. E as atrizes Flávia Tápias e Gilda Nomacce, da peça “Corrente” (direção de Valcazaras e texto de Priscila Nicolielo), ainda posaram para mim ao lado da tenda, todos cúmplices de mais um Satyrianas em curso!

Fotos e roteiro: Gastão Guedes
Anúncios